22 jan, 2016

[RESENHA] Os Sullivans #10: Quando Um Homem Ama Uma Mulher



Oi gente. Então, hoje eu estou
aqui para falar pra vocês sobre o livro Quando Um Homem Ama Uma Mulher, que é o
10º livro da serie Os Sullivans (Mas Aninha, não tem resenha sobre nenhum outro
livro dessa serie e você já vai começar pelo 10º? Sim gente vou!), este é o
livro que conta a origem da família Sullivan, e sim eu comecei a ler a serie
por ele (Porque eu tenho algum tipo de problema mental? Talvez, quem sabe?).
As histórias embora sejam a respeito da mesma família da pra ler os livros
separadamente e entender a história de cada um tranquilamente sem precisar
seguir a sequência, e juro que da próxima vez que tiver uma resenha sobre a
família Sullivan aqui será na ordem ok? Então vamos ao que interessa!

Quando um homem ama uma mulher
nos trás a história de Mary e Jack, os matriarcas da família Sullivan, como
eles se conheceram e como o amor se desenrolou ate formarem uma família
incrível. 
Mary é uma modelo famosa, linda
e que vive cercada de glamour, porém poucos são os que realmente vêem como é a
verdadeira Mary. Uma mulher de desejos simples, que foi tão machucada pela vida, que passa a não confiar nos homens que a procuram.
Jack é um engenheiro promissor
e inventor, que tem a brilhante ideia de criar uma agenda eletrônica, que
promete mudar a maneira com a qual as pessoas organizam sua vida. Um homem
lindo e determinado lutando para realizar seu sonho: lançar sua agenda. E qual
o problema? A empresa que comprou a ideia recua para o lançamento no natal
temendo que o produto não tenha saída. É neste desespero de encontrar a
salvação para o projeto de sua vida que Jack conhece Mary.

Os caminhos de Mary e Jack se
cruzam de uma maneira casual e extraordinária, uma verdadeira obra do destino.
Porém eles se vêem presos entre o profissional e o pessoal, pois Mary se recusa
envolver pessoalmente com alguém com quem ela tenha um relacionamento
profissional, mas o que ela não contava é que a atração que sente por Jack
possa sobrepor a qualquer regra que ela tenha imposto para si mesma.

Em meio a um conflito interno,
com problemas não resolvidos com o passado e com dificuldade de conciliar suas
próprias regras com a realidade que o destino lhe impôs, Mary acaba por ceder
aos encantos do doce e sensual Jack Sullivan, e assim a história de amor que
deu origem aos Sullivans surge.

A história de Mary e Jack é incrível,
pois é um amor sincero e rápido, e de uma leitura simples e fácil, quando você
assusta já acabou o livro. Eu não vi problema algum em começar a história pelo
livro 10, pois de certa forma é o inicio da história da família, embora no
final do livro eu  tenha ficado um pouco
sem saber quem era quem quando eles vão falando dos filhos, foi o único
problema e que não interfere em nada na leitura. A escrita da Bella Andre flui
muito fácil, não tem aqueles pontos em que você fica agarrado na leitura, ela
simplesmente acontece e você termina o livro rapidamente e com um sentimento de
que precisa conhecer cada membro desta família para ficar feliz.

Só tenho uma ressalva quando a
revisão do livro, pois há alguns erros que podemos chamar de digitação, não sei
quanto a vocês, mas eu me sinto muito incomodada quando leio um livro e ele vem
recheado de erros de digitação, de português, do que seja. Realmente me incomoda
bastante.
No mais a história é muito boa,
é fácil e encantadora, não é um livro que o deixe desesperado em determinados
momentos, você simplesmente segue a história. É muito bom pra quando a gente ta
naquela fase que não quer ler nada, ou que sofreu tanto com o termino de um
livro que não quer ler mais nenhum (ele me ajudou a recuperar de Supernova: O
Encantador de Flechas). 














Título: Quando um homem ama uma mulher | Série: Os SullivansPáginas: 298 | Autor(a): Bella Andre Tradutor(a): Marseley de  Marco Martins Dantas | Editora: Novo Conceito
Avatar

Tags: , , ,

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

1 Comentário

  • Avatar
    thaila oliveira
    janeiro 22, 2016

    eu quero muito ler esse livro, afinal a história de MAry e Jack e seu amor dão aos filhos a prova mais significativa do casamento, afeto e amor então se os filhos são tão passionais, os pais devem ter uma linda história para contar
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/