Posts arquivados em Dia: 15 de março de 2018

15 mar, 2018

[RESENHA] Lute Como Uma Garota


Oiii seus lindos, hoje vim trazer para vocês a resenha dessa MARAVILHOSIDADE que recebemos da Editora Cultrix, Lute Como Uma Garota: 60 feministas que mudaram o mundo. Desde que vi o lançamento do livro fiquei muito curiosa para ler e descobrir um pouco mais sobre as mulheres que abriram caminho pra gente e como a história aconteceu, então quando o grupo editorial Pensamento mandou o “kit boas vindas” aos novos parceiros (vocês podem conferir mais sobre a parceria AQUI) e eu vi que era este livro, a alegria e a curiosidade bateram forte! Então borá lá conferir o que eu achei.



Hoje as discussões sobre direito das mulheres e lutas femininas tem ampliado seu espaço na sociedade, e isto porque alguém lá atrás começou a lutar por ela e por nós! Em um mundo que violenta mulheres simplesmente por serem mulheres e propaga a cultura do estupro, vemos uma abertura para nos livrarmos destes estigmas (devagar, mas estamos indo), mas para que pudéssemos falar abertamente e lutar de forma explicita por nossos direitos, tivemos um empurrãozinho (ou empurrãozão) anterior!


Laura Barcella nos trás o perfil de diversas mulheres que buscaram seus direitos e de suas semelhantes no decorrer da história, de Simone de Beauvoir e Frida Khalo até as mais contemporâneas como Oprah Winfrey e Madonna, a autora nos apresenta diversas figuras que foram importantes para a militância feminista (algumas bem conhecidas e outras nem tanto). Mas nem só de estrelas internacionais vivemos, e para isto Fernanda Lopes escrevea o perfil de mulheres como Djamila Ribeiro e Clarice Lispector, para nos mostrar que temos uma força incrível e poderosa de mulheres aqui no Brasil que defenderam/defendem a causa. Com ilustrações, prefácio de Mary Del Priore e apresentação de Nana Queiroz, Lute Como Uma Garota mostra a força dessas mulheres.


Sabem aquela aula de história que mostra a importância de determinadas pessoas que nos tanto odiávamos no colégio? Apesar de estar ansiosa para ler o livro e conhecer um pouco mais destas mulheres, era meio que uma linguagem academia/escolar que eu esperava (como as das aulas que falei!), mas que doce engano gente!!!


O livro tem uma linguagem tão leve e fluida que comeicei a ler e quando assustei já estava na página 100, querendo descobrir um pouco mais sobre aquela mulher ou querendo descobrir quem será a próxima e qual a sua história. E a dinâmica para nos apresentar estes ícones feministas incríveis é a seguinte: quem é ela, porque merece a fama, de onde é, seu legado, sua história, suas grandes realizações, suas frases famosas e algumas tem uma caricatura da feminista (que são realmente adoráveis!) e outras tem um quadrinho que fala um pouco mais sobre outros aspectos delas que não se encaixam nos outros tópicos.


Achei super interessante esta dinâmica, porque me permitiu uma leitura rápida, um conhecimento apreendido de forma eficaz e principalmente me fez conhecer mulheres realmente SENSACIONAIS, que lutaram para que nos chegássemos onde estamos (ainda que se tenha muito a fazer), ou seja, foram elas que abriram as portas para nos ou que nos mostram nos dias de hoje que somos realmente capazes de lutar pelo que queremos e principalmente para ser exatamente aquilo que desejamos.


Conhecia alguns dos nomes, mas outros nunca nem tinha ouvido falar como Amy Jacques, e de uma forma geral todas me encantaram ou tiveram algo que realmente me marcou (o livro está cheiooo de post-it) e só posso dizer para vocês que a obra é realmente um grande ensinamento para quem tem dúvida de que realmente tivemos e temos grandes e incríveis mulheres nesse mundo, que só querem fazer com que as outras possam ter uma vida melhor.


A edição da Cultrix está muito linda, com folhas amareladas e sem erros de revisão (o que realmente me agradou) fora os trabalhos feitos pela ilustradora que são uma obra de arte à parte e completamente admirável.


O que posso dizer é: se você é feminista, então a leitura é OBRIGATÓRIA! Se você não se considera feminista, leia porque a obra realmente é muito interessante e cativante e se você não sabe nem do que eu estou falando: você PRECISA ler este livro para conhecer um pouco da importância da luta e realmente conhecer a história da luta feminina.

Título: Lute Como uma Garota: 60 Feministas que Mudaram o Mundo  Páginas: 367  
 Autoras: Laura Barcella e Fernanda Lopes Tradutora:  Isa Mara Lando Editora: Cultrix| Ano: 2018